DIA DOS PAIS

9 ago

Na data, nove de agosto de 2020, relembro aos amigos deste blogue, dez figuras paternas inesquecíveis, em dez filmes clássicos. Na ordem: o filme, o diretor, o ano de lançamento, o nome do personagem e o ator que o fez. Na foto, Harry Dean Stanton e Hunter Carson, em “Paris, Texas”.

 

Como era verde o meu vale, John Ford, 1941, Gwilim Morgan (Donald Crisp)

Ladrões de bicicleta, Vittorio De Sica, 1948, Antonio (Lamberto Maggiorani)

Pai e filha, Yasujiro Ozu, 1949, Shukichi Somiya (Chishu Ryu)

O pai da noiva, Vincente Minnelli, 1950, Stanley Banks (Spencer Tracy)

Vidas amargas, Elia Kazan, 1955, Adam Trask (Raymond Massey)

Gato em teto de zinco quente, Richard Brooks, 1958, Big Daddy Pollit (Burl Ives)

O sol é para todos, Robert Muligan, 1962, Atticus (Gregory Peck)

Hud, o indomado, Martin Ritt, 1963, Homer Bannon (Melvyn Douglas)

Pai patrão, irmãos Taviani, 1977, Pai (Omero Antonutti)

Paris, Texas, Wim Wenders, 1984, Travis Henderson (Harry Dean Stanton)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: